19 de Junho de 2021
Ribeirão Preto - SP
Behú
Behú
Russas - CE Russas - CE
Wagner N Lima
NAdia sousa
wannderley
Maria Dorothea
Tereza Cristina Rodrigues Santiago
Camila Silva de sousa
Ana Beatriz
Amanda
NAIANA OLIVEIRA GUIMARAES
Ivelto Silva de Paiva
Pedro iago
Samara Kelly da Silva Medeiros
Pedro Java Barbosa Falcão
Aan Claudi Marica e Silva
Eliabe Massimiano da Silva
Rhebeka Esther de Lima Costa
Pedro Henrique Veríssimo de Lima
Gláucia Maria de oliveira Lima
Micheline Moreira de Lima
Eudo Araujo Jr
LANA SILVA
Anderson Lima Mendes
Verbena melo
Gleidson José Costa Melo
Iza regis
GERARDINA
ELISVANIA ANCELMO DA ROCHA
Nábylar Gonçalves Araújo
Vanessa Brito Bessa
Laiane Da Silva Pinto
Júnior
Thais Siqueira de Andrade
Priscila
Darla
Aragão Marques
Ana Priscila Nunes Drumond
Laura Alves de Souza
Jayanne Kelvia
Alex Sandro Carneiro Silva
Mônica Larissa Alves de Souza
Luciano Thiago de Oliveira Barbosa
Márcia Maria de Oliveira Lima
Bruna Matos Silva
Ícaro Ferreira Lourenço

Behú

Biografia

No Início de 2017 jovens músicos de Russas, interior do Ceará, todos integrantes do Ponto de Cultura Brincantes (ação da OFICARTE Teatro e Cia) a partir de algumas canções esquecidas na gaveta, tiveram a ideia de gravar um EP, cujo nome inicialmente seria BEHÚ, projeto que posteriormente veio a se consolidar enquanto banda independente e autoral. Bebendo de grandes movimentos da música brasileira como a tropicália, vanguarda paulista, psicodelia nordestina, a banda se permite experimentar ritmos, timbres e texturas múltiplas em seu som. Uma musicalidade que se vira para o passado para reinventar o presente.
Percebendo o fazer musical para além da criação e execução das músicas em si, a banda busca incorporar diversos elementos na apresentação, em especial o teatro, proporcionando para o público uma experiência sinestésica com intervenções performáticas, máscaras, poemas e quadros cênicos que perpassam todo o show.
No interior, em especial na região do Vale do Jaguaribe, produzir música é, por diversos fatores, um grande desafio, principalmente quando esta foge aos padrões e gêneros impostos pelo mercado da cultura de massa. Muitas bandas e artistas com trabalhos de qualidade já brotaram do solo jaguaribano, e minguaram pela escassez de equipamentos e ações culturais que estimulem a produção independente, além da falta de incentivos por parte das gestões públicas dos municípios. Apesar de tudo, diversos artistas vem resistindo, se articulando e somando forças para impulsionar o cenário local, tornando-o ativo, efervescente e que esteja em diálogo com produções de outras regiões e estados do país. A BEHÚ, surge junto com uma leva de outras novas bandas que acreditam nos processos colaborativos, enaltecendo a música independente cearense.
A BEHÚ tem hoje em sua formação Laion Jôyse (voz/Percussão), Cleison Freitas (voz/guitarra), Ícaro Lourenço (voz/bateria/percussão), Gleidson Melo (guitarra) Hudson Dente (contrabaixo). O Trabalho vem apresentando um amadurecimento musical muito rápido e caindo no gosto do público em velocidade proporcional.
Atualmente, a banda está circulando com o show “Retratos na Areia”, e levando seu sons as praças, palcos, salas e bares. Já participou de eventos como BIG Dia da Música em Recife-PE, Festival Garagem de Rua em Natal - RN, Festival das Culturas Unilab - Redenção - CE, 1ª TEIA Cearense dos Pontos de Cultura, Encontro Nacional dos Estudantes de Filosofia - ENEFIL 2017, e 2° Festival de Música da Juventude de Fortaleza, dentre outros.

Comentários