15 de Junho de 2019
Ribeirão Preto - SP
Enversos
Enversos
Belo Horizonte - MG Belo Horizonte - MG
Lucas Alexandre
Enzo Milazzo
Nara Luiza Ferreira Silva
Jullya Fagundes
Mayra de Azevedo Tardeli
Thais Coelho
Leandro
Nívea Paula Ferreira Lima
Catarina Rodrigues Lima
Angelo Mares Mendes de Souza
Luana Paiva Gomes
Pedro augusto silva petruceli
Stênio Monteiro
Val ferreira
Luiz Heitor
Douglas
Kamilla
Mikaelle Nayara de Menezes Marinho
Izabela Carvalho
Daniel Soares da Silva Filho
Larissa
Otávio Souza Tavares
Laura
Letícia Pimenta Cordeiro
Víctor Miranda
Érica Araújo Silva Lopes
Luís Carlos MoraisFilho
welinton Manoel Baião
Henrique Willer
Milca
Maria Flávia de oliveira
MARCOS XAVIER DE SA
Elvira Mirian Veloso de Mello Cosendey
jonatas ocampos
Carolina
Rainy Campos
Edson Luiz Pereira
Brenda Cavalcante
Maria Luiza Dimas de Oliveira
Ewerton Alves da Silveira
Sther
Luis carlos Morais
Wemerson moreira Nascimento
Gabriel
Corina Santiago Santos
Jonatan Régis Vieira
Nikolly Ramos
Rodrigo Vinicius
João Paulo Lourenço Damasceno
Adenilda
Jose Morais
Gabriela Maciel dos Santos
Laura
Gustavo
Gabriel
Ercilia Gama
Michelle
Isabela Toledo Lima
Débora Avelar Afonso da silva
Pedro Ivo Alvarez Dias
Celeste Aida mudesto Morais
Gabriel Vasconcelos Martins
LEONARDO MOREIRA SEPULVEDA
HEITOR leite fonseca

Enversos

Biografia

A Enversos, banda autoral de Belo Horizonte, formada em 2015 foi escolhida pela RedBull como a Melhor Banda Universitária do Brasil em 2018, através do concurso RedBull Breaking Time Sessions a banda tocou no Festival JOÃO ROCK em 2018, e como vencedora, gravou o EP DA MARGEM AO CENTRO em São Paulo no RedBull Music Studio's. Gravado por Rodrigo Funai, que produziu discos premiado por grammys de Elza Soares, Xenia França e Tulipa Ruiz. O disco DA MARGEM AO CENTRO será lançado no dia 1 do junho com exclusiva para o Spotfy, com uma forte campanha de divulgação impulsionada pela RedBull nas redes sociais.

O conceito do disco é baseado na obra de Milton Santos, Por uma outra globalização, e vem com intuito de divulgar trabalhos artísticos que pertencem a margem, como a Black Music, Funk, Hip Hop com letras que fazem críticas sociais de forma pop. O grupo também criou um espetáculo cénico musical, DA MARGEM AO CENTRO, que foi estreado em 2016, com lotação máxima, a banda lotou com jovens negros e periféricos em um dos palcos mais tradicionais de Belo Horizonte, o Conservatório de Música da UFMG,com participação especial do Djonga.

Comentários